Letra da música
Acostumado Com o Pega
Os Bilias

CD Tranco Galponeiro (2008)


Esta música está disponível para ouvir

Parece que eu pressenti
Que o mundo me abandonou
Quando cruzei o lançante
No fundo do corredor
Fui salvo pela coragem
E o tino de domador
Eu quase que me "escuiambo"
Perdi até o atirador

Se não fosse o meu cavalo
Que é acostumado com o pega
Eu era um corpo estendido
No meio de uma macega
Eu confio neste pingo
Como se fosse um irmão
Cavalo igual a este
Não existe neste chão

Foi culpa daquele touro
Que escapou do manqueirão
Se bandeou, ladeira abaixo
Prós lados do boqueirão
Eu assobiei prós "cachorro"
No laço eu dei de mão
Cerrei o mango no pulso
Pra "mode" uma precisão

Se não fosse o meu cavalo...

Compartilhe

(letra e música para ouvir) Parece que eu pressenti Que o mundo me abandonou Quando cruzei o lançante No fundo do corredor
Tranco Galponeiro de Os Bilias

Legítimos herdeiros da tradição de Tio Bilia (vários de seus integrantes são descendentes do precursor da gaita ponto), Os Bilias tocam como um verdadeiro gaitaço, onde as gaitas piano e ponto fazem malabarismos e mostram que podem conviver em total harmonia. Neste disco, o resgate é digno da tradição, com temas instrumentais de Tio Bilia e Arnóbio Bilia e também a homenagem em "Abre o Fole Tio Bilia" (com participação especial de Edson Dutra). Ainda há espaço pra muito mais, como a faixa-título, "Filho de Tigre Sai Pintado" e outras

Parceiros