Letra da música
No Jeitinho Brasileiro
Berenice Azambuja

LP No Jeitinha Brasileiro (1989)


Quem foi que disse que não dá pra misturar sul e nordeste tudo num compasso só É com certeza quem não souber chacoalhar e nunca foi num fandango e no forró

Vai ser um tal de bole-bole mexe-mexe, vaneirão, xote e baião, bate-coxa, arrasta-pé

Pois não vai ter machabuque se avexecom esse mexe remelexetão bonito das mulé

É só pegar a cordeona da gaúchae dá-lhe fole com baguala na ilharga depois abrir assim mesmo repuxa cabra macho que dá pulo na sanfona do gonzaga

É no deboche do forró nordestinadovai ter um toque do meu xote fandangueiro pra ver o povo sacudindo e chacoalhado só dançar de sul a norte no jeitinho brasileiro


Algumas palavras contidas nesta letra estão em nosso dicionário de gauchês

FANDANGO: Denominação genérica do Baile Gaúcho.

DEBOCHE: Troça, zombaria.

POVO: Vila, distrito.

Compartilhe

(letra e música para ouvir) quem foi que disse que não dá pra misturar sul e nordeste tudo num compasso só É com certeza quem não souber chacoalhar e nunca foi num fandango e no forró vai ser um tal de bole-bole mexe-mexe, vaneirão, xote e baião, bate-coxa, arrasta-pé pois não vai ter machabuque se avexecom esse mexe remelexetão bonito das mulé É só pegar a cordeona da gaúchae dá-lhe fole com baguala na ilharga depois abrir assim mesmo repuxa cabra macho que dá pulo na sanfona do gonzaga
No Jeitinha Brasileiro de Berenice Azambuja

Com uma trajetória de sucesso Berenice Azambuja em seu LP No Jeitinha Brasileiro, lançado em 1989, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Berenice Azambuja.

Parceiros