Letra da música
Bailanta Do Sapucay
Valdomiro Maicá

CD Pra Que Saibam Quem Eu Sou (2008)


(Salvador Lamberty/Valdomiro Maicá)

sou barranqueiro lá da costa do uruguai
do silva rillo à bailanta do sapucay
em cada balsa uma história pra contar
muitos portos e pesqueiros perdidos no meu olhar
no contrabando ajudei meu velho pai
vinha a costeira, se soltava um sapucay
roncava a gaita num rancho de costaneira
pra despistar a milícia da poderosa aduaneira

e dê-lhe gaita num vai-não-vai
o mundo se resumia à bailanta do sapucay

quem foi costeiro guarda um rio dentro de si
e um chibeiro lá dos tempos de guri
um som de gaita, de nossa arte sinuela
já tomou banho de lua e já dançou com as estrelas
eu vi o cindinho na poesia missioneira
e o cenair viu romance na fronteira
nessa bailanta, chão batido e lamparina
o brasil, moreno claro, namorando argentina

e dê-lhe gaita num vai-não-vai
o mundo se resumia à bailanta do sapucay

Compartilhe

(letra e música para ouvir) (Salvador Lamberty/Valdomiro Maicá) sou barranqueiro lá da costa do uruguai do silva rillo à bailanta do sapucay
Pra Que Saibam Quem Eu Sou de Valdomiro Maicá

Com uma trajetória de sucesso Valdomiro Maicá em seu CD Pra Que Saibam Quem Eu Sou, lançado em 2008, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Valdomiro Maicá.

Parceiros