Letra da música
Baile Sem Nome
Eco do Minuano e Bonitinho

LP Preserve a Natureza (1993)


Lá no rincão no passo do lobisomem
fizeram um baile sem nome
num galpão de santa fé
de vez em quando dava aquele entrevero
pois tinha mais de dez homens
pra dançar com uma mulher
tinha um gaiteiro
que tocava uma gaitinha
cheia de teia de aranha
de quando em vez
se atacava nas mutuca
quando bombardeava a maruca
xinxando com zé gadanha

e era um tal de já te pego e já te largo
um bole bole de esfolar cara e virilha
corria a guampa com gajeta e mate amargo
e o chincho bruto bem chamado na presilha

por qualquer coisa se formava a confusão
já quebravam o lampião
com um tiro na garrucha
mas ala puxa nunca vi tanto banzé
os homens no pila
e quem brigava era as muié

e era um tal de já te pego e já te largo

Compartilhe

(letra e música para ouvir) Lá no rincão no passo do lobisomem fizeram um baile sem nome num galpão de santa fé de vez em quando dava aquele entrevero
Preserve a Natureza de Eco do Minuano e Bonitinho

Com uma trajetória de sucesso Eco do Minuano e Bonitinho em seu LP Preserve a Natureza, lançado em 1993, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Eco do Minuano e Bonitinho.

Parceiros