Letra da música
Bisneto de Farroupilha
Noel Guarany

LP Destino Missioneiro (1973)


Pobre, mas livre gauchito no sol a sol sou o que sou
Pois nem dom pedro segundo
Não pode senhor de um mundo dobrar o meu bisavô
Com essa alma guapa nos tentos debaixo do meu sombreiro
Pelo poder do dinheiro nunca ninguém me dobrou.

Pois nem o taura castilho famoso pelos codilhos
Pode voltear meu avô e o tranco do meu lubuno
Passam por mim carros finos com espertos e ladinos
Que a escobação nem pilchou
Sigo as vezes sem um cobre sem que a secura me dobre
E se meu cavalo ta indo pobre mas a ninguém se dobrou.

Conterrâneos, moços lindos com humildade de escola
Curvem a espinha de mola no culto de um ditador
Seja qualquer ele que for com a fumaça de um bom fumo
Chapéu torto corto o rumo
Ao tranco do meu lobuno sem dar louvado ao senhor.

Deus velho dá o sol também ao que sabe ser torena
E não suporto cadena de feiticeiro ou pagão
Não me enredo nessas tranças
E vou cruzando esses pampas sou escravo de coração
Amigos quando eu me for ao país do eterno olvido
Fica aqui este meu pedido antes que a morte comande
Ponha-me ao peito sem xuxo
O santo trapo gaúcho da tricolor do rio grande.


Algumas palavras contidas nesta letra estão em nosso dicionário de gauchês

TAURA: Vivente que se pode recomendar.

TRANCO: Andadura lenta dos eguariços.

GAÚCHO: Palavra de origem guarany, pois nessa língua não existe vocábulos com o som da letra “L”.

Compartilhe

(letra e música para ouvir) Pobre, mas livre gauchito no sol a sol sou o que sou pois nem dom pedro segundo não pode senhor de um mundo dobrar o meu bisavô com essa alma guapa nos tentos debaixo do meu sombreiro
Destino Missioneiro de Noel Guarany

Com uma trajetória de sucesso Noel Guarany em seu LP Destino Missioneiro, lançado em 1973, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Noel Guarany.

Parceiros