Letra da música
Vida de Costeiro
Ramão Missioneiro

CD Orgulho Missioneiro (2012)


Sentado a beira do rancho
Dedilha as cordas de uma guitarra.
Quando o sol vai se escondendo,
Mistura o canto de uma cigarra.

Antes que a lua apareça
E a noite cresça se vai... se vai...
Cantando um ?chamamezito?
Recorre as redes no uruguai.

Do rio tira o alimento
E ouve o lamento que o rio lhe faz.
Da pesca vem o sustento
Nos cardumes que o remanso traz.

É costeiro, é chalaneiro,
E às vezes chibeiro num vai e vem...
Por ter nascido costeiro
Conhece as águas como ninguém.

Seu encanto, sua vida e seu mundo
É a barranca do rio,
Pois nasceu já faz ?tempito?
E dos sete povos nunca saiu.

Compartilhe

(letra e música para ouvir) sentado a beira do rancho dedilha as cordas de uma guitarra. quando o sol vai se escondendo, mistura o canto de uma cigarra.
Orgulho Missioneiro de Ramão Missioneiro

Com uma trajetória de sucesso Ramão Missioneiro em seu CD Orgulho Missioneiro, lançado em 2012, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Ramão Missioneiro.

Parceiros