Letra da música
Adão Latorre
Wilson Paim

CD Nos Festivais Vol. 1 (COLETÂNEA) (2000)


Bombacha de pano bom
Cinto com as iniciais
Relho de cabo prateado
Com traços de ouro puro
Faca de prata e espada
Num pulso muito seguro.
Faca de prata e espada
Num pulso muito seguro.

93 foi tua época
E nela fostes um taura
Temido em toda a pampa
Por causa da degolada
Da faca fio de navalha
E a gravata colorada.

Falado:
Mais de 300 foi teu número
Mais ou menos diz a história
Entre ganhas e perdidas
Tivestes mais foi vitória
Para uns tristeza e dor
Para outros fortuna e glória.

Bom cavalo o teu tordilho
Os capangas eram dos bons
Com flete do mesmo pêlo
Boas pilchas, bons aperos
Para uns era valente
Para outros covardão
Degolador de 93
Coronel negro adão.
Degolador de 93
Coronel negro adão.

Corre a faca, corre o sangue
Tombou o homem na ladeira,
Pois a morte é derradeira
Não dá mais pra atacar
Depois do pescoço solto
Não dá mais pra costurar.
Depois do pescoço solto
Não dá mais pra costurar.

(refrão)
Jota, jota, jota... paisano
Cambalhota soldado clarim
Lagoa da música a bola pé
Negro adão guarda a faca
93 foi assim

(repete o refrão)

Guarda a faca
Negro adão
93 foi assim

Corre a faca
Corre o sangue
Tombou o homem na ladeira
93 foi assim.

Corre a faca
Corre o sangue
Tombou o homem na ladeira
93 foi assim.

Corre a faca
Corre o sangue
93 foi assim.


Algumas palavras contidas nesta letra estão em nosso dicionário de gauchês

FLETE: Cavalo bom e ligeiro, de tiro longo.

Compartilhe

(letra e música para ouvir) bombacha de pano bom cinto com as iniciais relho de cabo prateado com traços de ouro puro
Nos Festivais Vol. 1 (COLETÂNEA) de Wilson Paim

Com uma trajetória de sucesso Wilson Paim em seu CD Nos Festivais Vol. 1 (COLETÂNEA), lançado em 2000, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Wilson Paim.

Parceiros