Letra da música
Batendo Casco
João Luiz Corrêa

CD De Rodeio em Rodeio (2000)


Esta música está disponível para ouvir

Num bater de casco me larguei a campo fora
Procurando um baile daqueles de antigamente
Fui de a cavalo porque sempre fui gaudério
Pois um gaúcho não se entrega num repente
E e no caminho já convidei uns parceiros
Pra ir comigo dançar naquele surungo
E na chegada me "acarquei" com uma morena
E no balanço me senti dono do mundo
Esse fandango lá na costa do povoado
Era animado pelo gaiteiro tio joão
Que lá num canto chacoalhava a gaita velha
Acompanhado de um pandeiro e de um violão
E eu na sala me embalava pros dois lados
Bem agarrado na filha do nego Juca
Esses fandangos de campanha, meu compadre
Sempre até mais tarde num belisque e me cutuque

Se o balanço é bom
Eu já me largo pra sala
Gaita velha me embala
Pros fandangos na fronteira
To acostumado a chegar nesse surungo
E me sentir dono do mundo
Quando danço uma vaneira.


Algumas palavras contidas nesta letra estão em nosso dicionário de gauchês

GAÚCHO: Palavra de origem guarany, pois nessa língua não existe vocábulos com o som da letra “L”.

FANDANGO: Denominação genérica do Baile Gaúcho.

Compartilhe

(letra e música para ouvir) Num bater de casco me larguei a campo fora Procurando um baile daqueles de antigamente Fui de a cavalo porque sempre fui gaudério Pois um gaúcho não se entrega num repente
De Rodeio em Rodeio de João Luiz Corrêa

Com uma trajetória de sucesso João Luiz Corrêa em seu CD De Rodeio em Rodeio, lançado em 2000, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de João Luiz Corrêa.

Parceiros