Letra da música
Bem Desse Jeito Que Sou
João Luiz Corrêa

CD Campeirismo 5 (2005)


Esta música está disponível para ouvir

Gosto de baile iluminado a candeeiro
De cordeona e de pandeiro
Daqueles do tempo antigo
Eu lavo a alma quando bailo uma vaneira
Com uma morena faceira
Num rancho de chão batido

Sou conhecido bem desse jeito que sou
Puxei pelo meu avô debochado e pacholento
Entro na sala pro namoro me arremango
Nunca saio de um fandango sem arrumar casamento

A meia guampa redobrando o espinhaço
Com a morena nos meus braços
Tapeio o chapéu na testa
Eu me divirto quando entro na folia
A tristeza não se cria
Quando me adono da festa

De manhã cedo, quando o baile se termina,
Eu me acolhero com a china que ganhou meu coração
Volto pro rancho a galopito estrada a fora
Levando a morena embora na garupa do alazão


Algumas palavras contidas nesta letra estão em nosso dicionário de gauchês

RANCHO: Primeira habitação erguida no Continente de São Pedro, edificada com material que abundava no local (leiva, torrão, pedra ou pau-a-pique e barreado), coberto com quincha.

FANDANGO: Denominação genérica do Baile Gaúcho.

CHINA: Mulher mameluca (primeira companheira do gaúcho).

GARUPA: Anca.

Compartilhe

(letra e música para ouvir) Gosto de baile iluminado a candeeiro De cordeona e de pandeiro Daqueles do tempo antigo Eu lavo a alma quando bailo uma vaneira

Parceiros