Letra da música
Alma de Palanque
Walther Morais

CD Chamarrona de Campanha (2011)


Esta música está disponível para ouvir

Na estância das casuarinas
Eu fiz minha fama de mau
Por deixar os aporreados
Salinos de tanto pau
Sou domador e me gusta
Montar de em pelo ou no arreio
Pois quando salto pro lombo
Nem com promessa eu me apeio

Meus amuletos campeiros
É que me dão proteção
Um par de esporas de aço
E um mango firme na mão

Fui criado nesta lida
Que hoje me dá o sustento
Não é de agora que eu monto
Já faz um lote de tempo
Vivo grudado no lombo
Desses veiacos malinos
E é num pulo de potro
Que eu traço o próprio destino

Se um louco salta berrando
Cravo a espora e não me espanto
E o mango bate cruzado
Como quem benze quebranto
Tenho a alma de palanque
E o coração que é maneia
Por isso essa afinidade
Com bicho que corcoveia


Algumas palavras contidas nesta letra estão em nosso dicionário de gauchês

ESTÂNCIA: Grande estabelecimento rural (latifúndio) com uma área de 4.356 hectares (50 quadras de sesmaria ou uma légua) até 13.068 hectares (150 quadras de sesmaria ou três léguas), dividida em Fazendas e estas em invernadas.

DOMADOR: Adestrador.

CHIMANGO: Ave rapinídea; alcunha dada em 1915, aos Borgistas (usuários do lenço branco com nó comum).

PRÓPRIO: Estafeta que leva algo a outrem.

Compartilhe

(letra e música para ouvir) Na estância das casuarinaseu fiz minha fama de maupor deixar os aporreadossalinos de tanto pausou domador e me gustamontar de em pelo ou no arreiopois quando salto pro lombonem com promessa eu me apeiomeus amuletos campeirosÉ que me dão proteçãoum par de esporas de açoe um mango firme na mãofui criado nesta lidaque hoje me dá o sustentonão é de agora que eu montojá faz um lote de tempovivo grudado no lombodesses veiacos malinose é num pulo de potroque eu traço o próprio destinose um louco salta berrandocravo a espora e não me espantoe o mango bate cruzadocomo quem benze quebrantotenho a alma de palanquee o coração que é maneiapor isso essa afinidadecom bicho que corcoveia
Chamarrona de Campanha de Walther Morais

Com uma trajetória de sucesso Walther Morais em seu CD Chamarrona de Campanha, lançado em 2011, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Walther Morais.

Parceiros