Letra da música
Bagacera
Grupo Rodeio

CD Regis Marques - Acústico (0)


Eu to chegando nesse bolicho de estrada
Pois tem cordeona e bofetaço de pandeiro
China gaviona canha buena e carpeteada
Carta marcada, unha e graxa de candieiro
Virtude buena da chenga que mostra os dentes
Quem nem tem medo de pelego e de carona
Vou arrastando a alpargata no chão batido
Rosto colado, entretido no resmungo da cordeona

E tem um tal de nheco-nheco fuc-fuc
Gingue-lingue puf-paf... no vanerão
Rio de piranha jacaré nada de costa
E eu vou fazendo proposta pra me escapar do facão.
E é um tal de nheco-nheco fuc-fuc
Gingue-lingue puf-paf... tá bom demais
Pousar de graça, pedir dinheiro pra china
Perder tudo em jogatina isso é coisa que não se faz.

Faz muito tempo que a sorte não me acompanha
Tem um cavalo ligeiro pra me escapar
Vivo de golpe vendendo sonho pro povo
E o delegado ta querendo me pegar.
Ando mais liso que cherenga de açougueiro
Pois não me nego churrasquear com a parceria
To sempre bem pronto deito tarde e pulo cedo
Por que sei que o chinaredo dorme inté o meio dia.


Algumas palavras contidas nesta letra estão em nosso dicionário de gauchês

BOLICHO: Pequena bodega.

ALPARGATA: Calçado de lona com solado de sisal.

GOLPE: Tem dois sentidos: impulso brusco ou negócio fraudulento de alarife.

CHINAREDO: bordel; onde fica o chinaredo

INTÉ: Até.

Compartilhe

(letra e música para ouvir) Eu to chegando nesse bolicho de estrada Pois tem cordeona e bofetaço de pandeiro
Regis Marques - Acústico de Grupo Rodeio

Divulgando seu trabalho, Grupo Rodeio no CD Regis Marques - Acústico, traz ao público que prestigia música gaúcha, que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul, grandes sucessos da música gaúcha. Veja a discografia de Grupo Rodeio.

Parceiros