Letra da música
Baile nas Cabritas
Gaúcho da Fronteira

CD Gaitaço (1990)


Logo de noite vou num baile nas cabritas
Que eu sou chibeiro e tou com pilas na quaiaca
Pra ver se aparto uma pinguancha bem bonita
Pois me palpita que hoje eu caio na fuzarca
Sou redomão porém depois de uma de canha
Eu me acolhero com a chinoca mais crinuda
Que eu tenho um jeito de cutuco na picanha
Pra retouçar essas percantas carrancudas

(dá-lhe gaiteiro e não te encolhe neste fole
Porque depois que eu me emborracho eu quero achego
E se me cincho não tem mais quem me descole
Até que eu peale uma orelhana pros pelegos
E se me cincho não tem mais quem me descole
Até que eu peale uma orelhana pros pelegos)

Desde guri que eu sou louco por bochincho
Pouco me importa se no xixo der peleia
Porque a vida não é nada sem cambicho
E quando eu bebo não existe china feia
Por isto logo vou engraxar o meu bigode
No pó de arroz duma ventana bem tisnada
Que eu sou chibeiro e afinal quem pode, pode
E nas cabritas tá assim de desgarrada

E quando então o chinaredo erguer o pano
Nessa fuzarca que bandeia a madrugada
Eu gasto o taco da bota no mano a mano
E me entrevero no trote de cola-atada
Quem vive assim, por um fio nesse bochincho
Pouco se importa com a tal, patrulha mista
Que afinal, eu sou chibeiro e não me micho
E vou cantar hoje de galo nas cabritas


Algumas palavras contidas nesta letra estão em nosso dicionário de gauchês

PINGUANCHA: Pejorativo de moça jovem e vulgar.

CHINOCA: Guria que se pilcha de bota e bombacha ao invés do vestido de prenda, prenda que passou dos 30 anos.

GURI: menino, garoto (Se usa em outras partes do Brasil)

CHINA: Mulher mameluca (primeira companheira do gaúcho).

VENTANA: Vivente de má reputação.

CHINAREDO: bordel; onde fica o chinaredo

FUZARCA: Farra licenciosa.

RETACO: Vivente de pequena estatura, porém, entroncado e forte.

BOTA: Calçado com cano (curto, médio ou longo), feito de couro.

ENTREVERO: Mistura e confusão de pessoas, animais ou coisas.

TROTE: Andadura moderada dos eguariços.

Compartilhe

(letra e música para ouvir) logo de noite vou num baile nas cabritas que eu sou chibeiro e tou com pilas na quaiaca pra ver se aparto uma pinguancha bem bonita pois me palpita que hoje eu caio na fuzarca
Gaitaço de Gaúcho da Fronteira

Com uma trajetória de sucesso Gaúcho da Fronteira em seu CD Gaitaço, lançado em 1990, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Gaúcho da Fronteira.

Parceiros