Letra da música
À Galope Contra o Vento
Mano Lima

CD Meu Universo (2005)


Esta música está disponível para ouvir

De onde vem pra donde vai
Me diga quem é o senhor
Venho daqui e vou pra lá
Não pergunte por favor

Meu ofício é andar no mundo
A galope contra o vento
Tirando touro a trompada
E égua xucra no tento

Quem conhece um domador
Não precisa perguntar
Quem não conhece senhor
Só vendo pra acreditar

Se tiver égua aporreada
Por favor mande voltiar
Que amanhã de madrugada
Eu quero me apresentar

Desde que eu vim pra esse mundo
Meu destino foi traçado
De andar nos galpões de estância
Neste meu rio grande amado

Se eu cair de algum matungo
Deixo os arreio emalado
Entrego pra cozinheira
E levo a vida embarcado


Algumas palavras contidas nesta letra estão em nosso dicionário de gauchês

GALOPE: Tipo de andadura de velocidade média (nem rápida e nem ligeira = moderada) dos eguariços.

DOMADOR: Adestrador.

ESTÂNCIA: Grande estabelecimento rural (latifúndio) com uma área de 4.356 hectares (50 quadras de sesmaria ou uma légua) até 13.068 hectares (150 quadras de sesmaria ou três léguas), dividida em Fazendas e estas em invernadas.

MATUNGO: Cavalo de pouca qualidade.

Compartilhe

(letra e música para ouvir) De onde vem pra donde vai Me diga quem é o senhor Venho daqui e vou pra lá Não pergunte por favor
Meu Universo de Mano Lima

Com uma trajetória de sucesso Mano Lima em seu CD Meu Universo, lançado em 2005, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Mano Lima.

Parceiros