Letra da música
A Gringa
Osvaldir e Carlos Magrão

CD Ruas e Luas (1990)


Nunca gostei de ninguém
Eu sempre fui o bacana
Mas o amor me flechou
Gamei numa italiana
E agora pra disfarçar
Eu não saio mais do bar
E só quero beber cana
Gringa
Oh!Gringa
Por tua causa eu vivo
Com a cara cheia de pinga
Eu não vejo mais a hora
De encontrá-la novamente
Os dias não passam mais
Estou ficando doente
Enquanto ela não voltar
Eu juro que vou secar
Um pote de aguardente
Gringa
Oh! Gringa
Por tua causa eu vivo
Com a cara cheia de pinga
Me chama de ´Amore mio`
E volte esta semana

Eu quero ser teu granfino
Mas jura que não me engana
Se fores mãe do meu filho
Qu mudoaté o estribilho
Minha bela italiana
Gringa
Oh! Gringa
Por tua causa eu vivo
Com a cara cheia de pinga

Compartilhe

(letra e música para ouvir) Nunca gostei de ninguém Eu sempre fui o bacana Mas o amor me flechou Gamei numa italiana
Ruas e Luas de Osvaldir e Carlos Magrão

Com uma trajetória de sucesso Osvaldir e Carlos Magrão em seu CD Ruas e Luas, lançado em 1990, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Osvaldir e Carlos Magrão.

Parceiros