Letra da música
Balada do Tchê
Tchê Barbaridade

CD Na Palma da Mão (2004)


Hoje tem balada do tchê, você não pode perder, venha pra cá se divertir
E swing, e suor e emoção você vai curtir
Tem galera lá do morro, do balanço, zona norte, zona sul
E o povão que manda aqui
Pode vir bem a vontade que a pegada e de primeira e do tchê barbaridade

É pra lá que eu vou, aqui quem manda e o gaiteiro
Ele chama pro entrevero nesse clima de alto astral
É pra lá que eu vou, quando dançam as meninas

Refrão

Na levada que fascina, mata a fome do timbal
(eh oh a pancada do tchê que veio pra mexe abalou, abalou
Eh ah na vanera do tchê o couro vai comer....vem pra balada) 2x

Hoje ninguém fica de fora, cada festa e uma história, da sempre o que falar.
Não interessa o dia da semana o importante e você dançar
Tem galera da fronteira, lá da serra, do planalto, litoral
E o povão que manda aqui
Venha de qualquer cidade, preconceito não existe porque nós somos o tchê barbaridade

Refrão


Algumas palavras contidas nesta letra estão em nosso dicionário de gauchês

ENTREVERO: Mistura e confusão de pessoas, animais ou coisas.

Compartilhe

(letra e música para ouvir) hoje tem balada do tchê, você não pode perder, venha pra cá se divertir e swing, e suor e emoção você vai curtir tem galera lá do morro, do balanço, zona norte, zona sul e o povão que manda aqui
Na Palma da Mão de Tchê Barbaridade

Com uma trajetória de sucesso Tchê Barbaridade em seu CD Na Palma da Mão, lançado em 2004, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Tchê Barbaridade.

Parceiros