Letra da música
Boca Braba
Rui Biriva

LP Festança (1992)


Elton Saldanha / Leandro Rodriguês

Meus amigos estou chegando do rincão do canta galo
Pede pro povo licença que eu vou dançar de a cavalo
E me emborca um garrafão por que eu bebo no gargalo
E me manda bater o sino por que eu sou dono do badalo.

É assim que eu sou cheio de cha, ra, cha, chá;
É assim que eu sou cheio de cha, ra, cha, chá;
Isso é um dom que deus me deu
Quem é que vai me tirar.

Me chama de boca braba e tenho sangue cigano
E eu lastimei um Irmão com uma pistola de dois canos
E vivo quebrando osso pra ver a cor do tutano
Sou mais grosso e mais largo que bombacha de dois panos.

Sou lá do rincão dosa feio e mando carta sem selo
Quem precisar de grossura me chama que eu sou modelo
E o bico do pato é chato e o sapo não tem cabelo
Me bota cem reis de canha e o troco é de caramelo.

E pode ser que eu nem nasci, eu to na vida por acaso
Faz tempo que eu to na estrada, to num baita de um atraso
Mas eu sou um índio social não vim aqui criar caso
Eu sou uma flor de pessoa só não encontrei meu vaso.

Compartilhe

(letra e música para ouvir) É assim que eu sou cheio de cha, ra, cha, chá; É assim que eu sou cheio de cha, ra, cha, chá; Isso é um dom que deus me deu Quem é que vai me tirar.
Festança de Rui Biriva

Com uma trajetória de sucesso Rui Biriva em seu LP Festança, lançado em 1992, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Rui Biriva.

Parceiros