Letra da música
Bebeteando
Mauro Moraes

CD Demoraes (2019)


Fiz essa milonga Bebeteando,
Rancheriando, caseriando,
Tomando mate...
Fiz ela escorada na guitarra
Lá no fundo da palavra
Pra ouvir o estouro do balde...

Fiz a melodia comentada
Alternando compadrada
De mirada e consumo
Fiz ela soltando os cachorros,
Atiçando o fogo,
Ouvindo o rádio...

(Que se passa
Tum tum tum
Depois da chuva
Da bala perdida
De um bando
Por la frontera...) Bis

MILONGUEANDO UNS TROÇOS - Declamado por Rafael Ovídio (Cabo Deco)

Era inverno sim, eu perdido em mim
Rabiscava uns versos pra enganar a dor
O tédio, o pranto, o tombo
E encantava mágoas milongueando sonhos

Mas havia em mim, um cismar doentio
De agregar estimas aos atalhos gastos
Dos compadres músicos,
Repartindo as tralhas tendo o olhar recluso

Somos dessa aldeia filhos de parteiras
Na parelha injusta da cor
Somos pensadores sem pedir favores
Somos dessa plebe, febre de palavras
Na fronteira oculta dos rios
Somos cantadores sem pedir favores

Caso esta biboca, cova da desova
Dilarece o fruto, mastigando o gulo,
O sumo, o tudo, o nada
Pego essa pandilha e engravido a rima
Se amor der sombra, a sesteada é pouca
Pra escorar no esteio, os livros, os arreios
O riso humano, o cusco, os ossos,
E talvez amigos milongueando uns troços.

E talvez amigos Bebeteando uns troços...


Algumas palavras contidas nesta letra estão em nosso dicionário de gauchês

ESTOURO: Dispersão de tropa em todas as direções.

MIRADA: Olhada.

SESTEADA: Breve dormida para descanso após o almoço.

Compartilhe

(letra e música para ouvir) Fiz essa milonga Bebeteando, Rancheriando, caseriando, Tomando mate... Fiz ela escorada na guitarra
Demoraes de Mauro Moraes

Com uma trajetória de sucesso Mauro Moraes em seu CD Demoraes, lançado em 2019, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Mauro Moraes.

Parceiros