Letra da música
Vento Norte
Vilton e Nórton

CD Raízes Urbanas II (2019)


Tal qual fole de uma forja
sopra o fogo das cambonas
e nas frinchas dos galpões
entoam vozes de cordeonas

te chamam vento aragano
conhecedor de caminhos
mas a terra da alegria
É tua morada, é teu ninho

se um dia eu pudesse ter
a força que têm os ventos
iria varrer dos pagos
tantos descontentamentos

vai chover daqui tres dias
previsão que ninguém erra
pois chegou o vento norte
rebojando ao pé da serra

trouxe em seu canto campeiro
a estridência das cigarras
bordonenado no alambrado
melodias de guitarras

sopra forte, vento norte
antes que essa chuva caia
quero ver a chinoquinha
segurar a sua saia

Compartilhe

(letra e música para ouvir) Tal qual fole de uma forja sopra o fogo das cambonas e nas frinchas dos galpões entoam vozes de cordeonas
Raízes Urbanas II de Vilton e Nórton

Com uma trajetória de sucesso Vilton e Nórton em seu CD Raízes Urbanas II, lançado em 2019, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Vilton e Nórton.

Parceiros