Letra da música
Canção de Amor e Despedida – Robledo Martins
Coxilha Nativista

CD 25ª Coxilha Nativista (2005)


Letra: Adão Quevedo
Música: Adão Quevedo
Intérprete: Robledo Martins


Guardo o gosto de pitanga,
que provei nos lábios teus,
cheiro de mato e de sanga,
perfume que a flor te deu.

Daquela noite de lua,
uma estrela distraída
caiu do céu, tonta e nua,
na hora da despedida.

Trago, entre os dedos, mimosa,
a seda dos teus cabelos,
e esta saudade cheirosa,
aquerenciada aos peçuelos.

Quando os corações se partem,
o corpo, em febre, palpita;
quem fica, segue viagem...
quem parte, pensa que fica.

Pela pampa orvalhada,
entoo minhas cantilenas,
levando a lua incendiada
no espelho das nazarenas.

Compartilhe

(letra e música para ouvir) Letra: Adão Quevedo Música: Adão Quevedo Intérprete: Robledo Martins
25ª Coxilha Nativista de Coxilha Nativista

Com uma trajetória de sucesso Coxilha Nativista em seu CD 25ª Coxilha Nativista, lançado em 2005, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Coxilha Nativista.

Parceiros