Letra da música
Querência Nova
Telmo de Lima Freitas

LP De Marcha Batida (1994)


Amanhã de manhãzita eu vou varar o passo
Nem que seja a nado, tenho que varar
Amanhã de manhãzita eu vou varar o passo
Nem que seja a nado, vou chegar até lá

Tem serviço grande na Querência Nova,
Vou botar em prova meu pingo de lei,
(Pega de turuno, castração de touro,
Esse servicito masomeno sei...) Bis

Vou ficar de terno como polvadeira
Homem de fronteira que sabe o que faz
(Se vier pro rodeio o brasino alçado
Vou deixar maneado para o capataz...) Bi

Amanhã de manhãzita eu vou varar o Passo
Nem que seja a nado, tenho que varar
Amanhã de manhãzita eu vou varar o Passo
Nem que seja a nado, já disse que vou

Depois do serviço um beijo daquele
Numa meia quarta para refrescar
(Pur la madrugada vou chegar no rancho
E abrir o peito ao desencilhar.) Bis


Algumas palavras contidas nesta letra estão em nosso dicionário de gauchês

QUERÊNCIA: Lugar onde se gosta de viver; se quer viver; lugar do bem-querer.

PINGO: Afetivo de cavalo de estimação.

RODEIO: Reunião para cuido, que se faz do gado.

Compartilhe

(letra e música para ouvir) Amanhã de manhãzita eu vou varar o passo Nem que seja a nado, tenho que varar Amanhã de manhãzita eu vou varar o passo Nem que seja a nado, vou chegar até lá
De Marcha Batida de Telmo de Lima Freitas

Com uma trajetória de sucesso Telmo de Lima Freitas em seu LP De Marcha Batida, lançado em 1994, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Telmo de Lima Freitas.

Parceiros