Letra da música
Trança e Flor
Adriano Gomes

CD De Tento Bem Sovado (2017)


Encordoei minha guitarra pelo vicio da bordona....
Quando a pampa cimarrona estendeu seu poncho em flor...
Procurei no bebedor a doçura "de aquel dia"...
Que fiz verso e melodia para a tua "trança e flor"

Talvez um dia encontres adornando a sepultura...
Essa prenda que foi tua, qual guardei com todo o ardor
Na sombra do corredor naquele final de tarde...
Me deste "el clavel del aire", da tua linda "trança flor"

Cruzaste frente ao meu rancho, me devolvendo à querência
Pela bárbara insistência dos meus olhos sonhadores
Pois não carregavas flores enfeitando os teus cabelos...
Que na lonca dos recuerdos, tirei tentos com primores

Por um instante mais nada, fitei os olhos de novo...
Buscando meu tempo moço, o qual não quis olvidar...
Voltei a sonhar... Sonhar... Por vezes cheguei a crer...
Que numca alguém pode ser, o que não pude alcançar.

Quando passes por aqui, e a janela não se abra...
Invada por gosto a casa, que bem sombreada se assoma
Encontrarás minha cordeona por um canto abandonada
Mas a guitarra encordoada... pelo vício da bordona

Terá tido fim um amor... O qual buscou sua cura...
Nessa prenda que foi tua... De tua linda trança a flor.

Compartilhe

(letra e música para ouvir) Encordoei minha guitarra pelo vicio da bordona.... Quando a pampa cimarrona estendeu seu poncho em flor... Procurei no bebedor a doçura "de aquel dia"... Que fiz verso e melodia para a tua "trança e flor"
De Tento Bem Sovado de Adriano Gomes

Gravado no Estúdio Flor y truco em Glorinha/RS. O CD tem músicas já conhecidas como: La Luna y Ella, Vilera e Décima de um Gaudério, entre outras inéditas. Tem a participação especial de Leonel Gomes e Robson Garcia.

Parceiros