Letra da música
Invasão Paraguaia
Mano Lima

CD De Pai Pra Filho (2017)


Esta música está disponível para ouvir

Tava deitado em minha cama
Quando alguém me chamava
Que havia revolução
O povo já comentava

Botei um cabo na lança
E afiei bem minha adaga
Que tava escrito na folha
Com letra bem estampada
Não me saque a toa
Nem me guarde desonrada

Era invasão paraguaia
E o bochincho tava feito
Encilhei uma égua baia
Com a chincha no mol' do peito

Me apresentei voluntário
Pro chefe Mena Barreto
Apertei bem o' meus caco'
E fui reforçar o puchero
Pra socorrer a vilinha
E ajudar meus companheiro'

Foram quatro carga' de lança
E na última lançada
Eu pude ver minha bandeira
Erguida por Cabo Vargas

Eu sou Locádio da Chaga
Lutei na guerra até o fim
Mas inté' hoje minha terra
Se lembra dela e de mim
Mas inté' hoje minha terra
Se lembra dela e de mim


Algumas palavras contidas nesta letra estão em nosso dicionário de gauchês

TAVA: O osso do jogo-do-osso.

POVO: Vila, distrito.

BOCHINCHO: Briga feia, festa informal

Compartilhe

(letra e música para ouvir) Tava deitado em minha cama Quando alguém me chamava Que havia revolução O povo já comentava
De Pai Pra Filho de Mano Lima

Com uma trajetória de sucesso Mano Lima em seu CD De Pai Pra Filho, lançado em 2017, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Mano Lima.

Parceiros