Letra da música
Alma de Campeirismo
Daniel Silva

CD De Estâncias Galponeiras (2014)


(Letra: Iradi Chaves e Daniel Silva | Música: Daniel Silva)

Sou a querência serrana no verso com fundamento
Despertando a melodia que afaga os sentimentos
Levando o sul nos arreios, costumes e ensinamentos
É faculdade campeira que não se esquece com o tempo
Sou cedro e araucária plantado aqui neste chão
As coxilhas e varzedos, o banhado e o capão
A cacimba de água pura nas veias deste rincão
Sou alambrado e porteira, o corredor e o galpão

Entrei na alma do campo pra ver sua sinfonia
Silêncios acordam em mim refletindo em poesia
Pois cantar o que é meu é dever de quem ensina
Descobri que sou o campo defendendo outros tantos
Peleando na mesma sina

Tenho alma de campeirismo forjado no meu legado
E um parador de rodeio com o cusco no costado
Sou homem aquerenciado taureando a própria sina
Sou cambuim de puro cerno e a tradição me domina
Por simples, eu sou serrano criado lá na coxilha
Desde guri lá no campo amanunsiando tropilhas
Tenho confiança no braço, no laço eu sou doutor
Eu topo qualquer parada, no campo sou professor

Entrei na alma do campo pra ver sua sinfonia...

Compartilhe

(letra e música para ouvir) (Letra: Iradi Chaves e Daniel Silva | Música: Daniel Silva) Sou a querência serrana no verso com fundamento Despertando a melodia que afaga os sentimentos
De Estâncias Galponeiras de Daniel Silva

Daniel Silva, mais uma recente contratação da Vertical, é um legítimo representante da música Lageana. E a tradição serrana daquela região que tão bem canta nossas raízes produziu este De Estâncias Galponeiras, um CD somente com interpretações para versos do poeta Iradi Chaves. O traço principal deste disco são os arranjos, que privilegiaram os ritmos mais bailáveis, buscando um ponto de equilíbrio entre o intimismo das poesias e a animação dos bailes gaúchos. Belo exemplo de um disco bem gaúcho, mas de fundamento.

Parceiros