Letra da música
Batendo Casco
Grupo Rebenque

CD Dê-lhe Vaneira (2014)


Num bater de casco me larguei a campo fora
Procurando um baile daqueles de antigamente
Fui de a cavalo porque sempre fui gaudério
Pois um gaúcho não se entrega num repent
E e no caminho já convidei uns parceiros
Pra ir comigo dançar naquele surungo
E na chegada me "acarquei" com uma morena
E no balanço me senti dono do mundo
Esse fandango lá na costa do povoado
Era animado pelo gaiteiro tio joão
Que lá num canto chacoalhava a gaita velha
Acompanhado de um pandeiro e de um violão
E eu na sala me embalava pros dois lados
Bem agarrado na filha do nego juca
Esses fandangos de campanha, meu compadre
Sempre até mais tarde num belisque e me cutuque

Se o balanço é bom
Eu já me largo pra sala
Gaita velha me embala
Pros fandangos na fronteira
To acostumado a chegar nesse surungo
E me sentir dono do mundo
Quando danço uma vaneira.


Algumas palavras contidas nesta letra estão em nosso dicionário de gauchês

GAÚCHO: Palavra de origem guarany, pois nessa língua não existe vocábulos com o som da letra “L”.

FANDANGO: Denominação genérica do Baile Gaúcho.

Compartilhe

(letra e música para ouvir) num bater de casco me larguei a campo fora procurando um baile daqueles de antigamente fui de a cavalo porque sempre fui gaudério pois um gaúcho não se entrega num repent
Dê-lhe Vaneira de Grupo Rebenque

Com uma trajetória de sucesso Grupo Rebenque em seu CD Dê-lhe Vaneira, lançado em 2014, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Grupo Rebenque.

Parceiros