Letra da música
Canto de Esperança
Valdomiro Maicá

CD O Melhor de Valdomiro Maicá (2016)


(letra: Nenito Sarturi | música: Valdomiro Maicá)

Te agradeço esta esperança, meu irmão
Que me deste sem orgulho e sem cobrar
Te agradeço este sorriso de criança
Que, pressinto, vais abrir quando eu cantar

Te agradeço este sonho acalentado
De ser luz ao povo simples com minha voz
Te agradeço este futuro enraizado
Que semeamos no presente para nós

Mano velho, não sou nada e pouco tenho
A não ser esta cantiga que te faço
Trago poeira e solidão de onde venho
Foram léguas rebenqueadas de cansaço
Mano velho, venho em busca de carinho
Embalado ao som do vento, no compasso
Se meu canto tem mais flores do que espinhos
É porque se renovou com este abraço

Te agradeço esta esperança e a certeza
De que vamos labutar com menos suor
De que vamos colocar pão sobre a mesa
Nossos filhos viverão tempo melhor

Te agradeço esta confiança, companheiro
Que me deste com ternura e sem vaidade
Que legaste no teu canto missioneiro
A pelear por terra, honra e liberdade

Mano velho, não sou nada e pouco tenho...


Algumas palavras contidas nesta letra estão em nosso dicionário de gauchês

POVO: Vila, distrito.

Compartilhe

(letra e música para ouvir) (letra: nenito sarturi | música: valdomiro maicá) te agradeço esta esperança, meu irmão que me deste sem orgulho e sem cobrar

Parceiros