Letra da música
Aurora Morena
Daniel Barros

CD Meu Tempo (2014)


Esta música está disponível para ouvir

Tem um candeeiro alumiando o rancho
E os pirilampos salpicando a mata
O vento canta contra o alambrado
E a lua cheia transformou em prata...

E a prenda linda de sorriso largo
De olhar sereno de matiz pampeano
Na hora doce do ritual amargo
Se aprochega pra matear de mano...

E lá em cima rosetas campeiras
Que se soltaram de xucras esporas
Ficam brincando de estrelas cadentes
E se derramam ao raiar da aurora...

E nesta hora quando a noite morre
Dar a luz a mais um dia pleno
Começa a lida de suor e sonhos
Que ainda anima o semeador moreno...

Segue o arado revirando a terra
Porquê bem sabe que semente é vida
E lá no rancho cresce uma esperança
No ventre lindo da mulher querida...

E lá em cima rosetas campeiras...


Algumas palavras contidas nesta letra estão em nosso dicionário de gauchês

PRENDA: Jóia, relíquia, presente (dádiva) de valor; em sentido figurado, é a moça gaúcha porque ela é jóia do gaúcho.

SERENO: Orvalho.

RANCHO: Primeira habitação erguida no Continente de São Pedro, edificada com material que abundava no local (leiva, torrão, pedra ou pau-a-pique e barreado), coberto com quincha.

Compartilhe

(letra e música para ouvir) Tem um candeeiro alumiando o rancho E os pirilampos salpicando a mata O vento canta contra o alambrado E a lua cheia transformou em prata...
Meu Tempo de Daniel Barros

Com uma trajetória de sucesso Daniel Barros em seu CD Meu Tempo, lançado em 2014, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Daniel Barros.

Parceiros