Letra da música
Bem Bagual
Os Filhos do Rio Grande

CD É Assim Que Eu Sou (2014)


Esta música está disponível para ouvir

(Edson Brito/Flávio Dalcin)

Essas gurias já conhecem o meu jeito
De bagaceiro, louco de liso e ventena
Eu sou perdido por mulher e não me mixo
Qualquer cambicho eu faço valer a pena
Sou o terror do mulherio no meu lugar
E sempre há alguma que não me compreende
Que me excomunga, me larga a boca e refuga
Que diz, desgruda, sai de mim, sou diferente
Mas sei que ela tá que tá bem me querendo
Tá se fazendo de feliz e bem amada
Me maltratando, me ofende pela frente
Quando bem sei que me quer de madrugada
Por isso digo que tapa de amor não dói
Que ela pense que o bagual não tá com nada

Tô seguindo o meu destino, vou atrás do que desejo
Se quiser grite comigo, coice de égua eu não ligo
Pra quem é bagual, é beijo

Sou bem bagual um furacão para o namoro
Sou farrancheiro, bagunceiro por quantia
Sou atraído por mulher linda e carente
Dessas que vivem sem amor, na agonia
Não posso ver uma pequena no abandono
Que eu me emociono e abraço a causa ligeiro
Mesmo que ela me diga algum desaforo
Não tem "auguro" que impeça esse campeiro
Conheço bem a mulherada, sou perito
Desde piazito sou chegado na folia
Nasci gaudério de alma livre e faceiro
Nunca me abalo se elas vêm com rebeldia
Diz o ditado, quem desdenha quer comprar
Pode xingar, pode se fazer de fria

Tô seguindo o meu destino, vou atrás do que desejo...


Algumas palavras contidas nesta letra estão em nosso dicionário de gauchês

CAMBICHO: Apego ou paixão por uma china, ou por um peão.

BAGUAL: excelente, bom, ótimo ou cavalo xucro

COICE: Tem dois sentidos: Patada violenta de um animal; ou, a 1ª junta de bois cangados.

PIAZITO: Adolescente.

GAUDÉRIO: Vivente aventureiro que chegou na Pampa, vindo do Brasil-central; não tinha profissão definida, nem morada certa e não se amarrava ao coração de uma só mulher

Compartilhe

(letra e música para ouvir) (Edson Brito/Flávio Dalcin) Essas gurias já conhecem o meu jeito De bagaceiro, louco de liso e ventena
É Assim Que Eu Sou de Os Filhos do Rio Grande

Após uma pausa na carreira fonográfica, Os Filhos do Rio Grande agora fazem parte do cast da Vertical. Neste É Assim Que Eu Sou, a música tradicional fandangueira vem com força e não poderia ser diferente. Está na identidade do grupo esta vocação para cantar o Rio Grande com autenticidade e fundamento. Exemplos disso são a regravação de "Vanerinha do Coração" e também as inéditas "Pra Cantar Sem Retovo" (um bugio de primeira), "Espelho da Tradição" e a faixa-título, entre outras.

Parceiros