Letra da música
Baile de Rancho
Fogo de Chão

CD Volume 02 (1995)


Quando chego num baile de rancho
Que a cordeona começa a se abrir
Vou mirando pra porta do quarto
Aonde as muchachas costumam sair

Vejo fitas e tranças compridas
Perfumadas de manjericão
Brilhantina e cheiro de extrato
Que o velho mascate vendeu no rincão

O gaiteiro levanta a cordeona
Que se espicha se encolhe e se dobra
No carteio do baile de rancho
A mais feia da sala é que sempre me sobra

Tiro a poeira da sola da bota
No compasso desse vaneirão
E na voz de fumo e se vamos
Parece que entramos pra dentro do chão

Compartilhe

(letra e música para ouvir) Quando chego num baile de rancho que a cordeona começa a se abrir vou mirando pra porta do quarto aonde as muchachas costumam sair
Volume 02 de Fogo de Chão

Com uma trajetória de sucesso Fogo de Chão em seu CD Volume 02, lançado em 1995, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Fogo de Chão.

Parceiros