Letra da música
Benzedura
Jardel Borba & Grupo Brasil de Bombacha

CD Com a Alma Fandangueira (2013)


(Doné Teixeira)

Qualquer doutor se indigna se a gente fala num chá
E o seu poder pra curar se tomar conforme a lua
O que importa é a cura, seja do jeito que for
Deixemo' assim, seu doutor, eu na minha e tu na tua

O seu doutor deixei de consultar
Fiquei na minha, ele ficou na sua
Pois levo fé quando vou me tratar
Confio nos chá' e nas fases da lua
Com a benzedeira já tô bem melhor
Botou um "implaste", fez uma atadura
O que que eu corto, respondo três vezes
Rogo com fé e a véia me cura

O que que eu corto é cobreiro brabo
O que que eu benzo é osso tendido
O que que eu benzo é carne rasgada
Osso quebrado e nervo rendido

A natureza é muito generosa
Encontrou erva pra tudo que é chá
E sendo um bom arrumador de osso
Qualquer doutor tem que respeitar
Só benzedura pra cortar cobreiro
E só se encontra na vegetação
Erva de bicho que é um santo remédio
Que é só que cura sarna e comichão

O que que eu corto é cobreiro brabo...

Leite de égua pra tosse comprida
Na pediatria da moda campeira
Pra' minhas criança' com dor de barriga
Num conta-gota com aquelas porquera'
Atirei fora e fui me aconselhar
Com a dona Maria, véia parideira
Me aconselhou, num jeitão gaúcho
Finca um chá de funcho pra dar peidorrera

O que que eu corto é cobreiro brabo...

Compartilhe

(letra e música para ouvir) (Doné Teixeira) Qualquer doutor se indigna se a gente fala num chá E o seu poder pra curar se tomar conforme a lua
Com a Alma Fandangueira de Jardel Borba & Grupo Brasil de Bombacha

Com uma trajetória de sucesso Jardel Borba & Grupo Brasil de Bombacha em seu CD Com a Alma Fandangueira, lançado em 2013, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Jardel Borba & Grupo Brasil de Bombacha.

Parceiros