Letra da música
Cevando o Mate
Iedo Silva

CD 35 Anos de Carreira - Ao Vivo (2013)


Esta música está disponível para ouvir

Este mate amargo que eu cevei nesta viola
Aprendi na escola do galpão,
Onde o peão mais velho ensinava a gurizada
Todo o ritual do chimarrão.

Pra cevar um mate chimarrão bem a contento
O grande momento é principiar.
Encharca bem a erva com a água meio esperta
E atira para o lado de montar.

Bomba pura prata cinzelada com capricho
Onde escurrupicho até roncar.
Esse mate amargo que adoça minhas penas
Foi quem me ensinou a madrugar.

Por isso ainda cevo um mate amargo a meu contento
Em todo momento que comungo num galpão.
Cada gole verde dessa erva missioneira
Me enraíza mais por este chão.


Algumas palavras contidas nesta letra estão em nosso dicionário de gauchês

MATE: Só é mate se tiver algum jujo (chá) junto com a erva.

PEÃO: Operário de estabelecimento rural ou associado de entidade tradicionalista.

Compartilhe

(letra e música para ouvir) Este mate amargo que eu cevei nesta viola Aprendi na escola do galpão, Onde o peão mais velho ensinava a gurizada Todo o ritual do chimarrão.
35 Anos de Carreira - Ao Vivo de Iedo Silva

Com uma trajetória de sucesso Iedo Silva em seu CD 35 Anos de Carreira - Ao Vivo, lançado em 2013, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Iedo Silva.

Parceiros