Letra da música
Despedida de Peão
Iedo Silva

CD 35 Anos de Carreira - Ao Vivo (2013)


Esta música está disponível para ouvir

No entrevero de cordas vou cantando esta vanera
Misturando a velha gaita para sentir canseira
Vu sair deste lugar mesmo que você não queira
Já estou de malas prontas em direção a fronteira.

Acertei as minhas contas sai de bem com o patrão
Ao me despedir da família me presentearam um violão
Cantei uns versos pra prenda a mais bonita do rincão
Porque a chama dos seus olhos aquece meu coração

Vou negociar um aboiada que trabalhando adquiri
Vou vender por um bom preço e contigo repartir
Até construir um rancho quanta saudade vou sentir
E volto a ficar contigo se Deus assim permitir.


Algumas palavras contidas nesta letra estão em nosso dicionário de gauchês

ENTREVERO: Mistura e confusão de pessoas, animais ou coisas.

PRENDA: Jóia, relíquia, presente (dádiva) de valor; em sentido figurado, é a moça gaúcha porque ela é jóia do gaúcho.

RANCHO: Primeira habitação erguida no Continente de São Pedro, edificada com material que abundava no local (leiva, torrão, pedra ou pau-a-pique e barreado), coberto com quincha.

Compartilhe

(letra e música para ouvir) No entrevero de cordas vou cantando esta vanera Misturando a velha gaita para sentir canseira Vu sair deste lugar mesmo que você não queira Já estou de malas prontas em direção a fronteira.
35 Anos de Carreira - Ao Vivo de Iedo Silva

Com uma trajetória de sucesso Iedo Silva em seu CD 35 Anos de Carreira - Ao Vivo, lançado em 2013, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Iedo Silva.

Parceiros