Letra da música
Abandono
Os Serranos

CD Tradicionalista (1995)


Esta música está disponível para ouvir

Mate lavado é o parceiro que me entende
No silêncio das manhãs de branco véu
Só o luar foi companhia a noite inteira
Deixando um rastro de tristeza lá no céu

"Onde andarás que eu te preciso e não te encontro
Quinchei o rancho de sonhos pra te esperar
Sangrei auroras de angústia em tua ausência
Na esperança de que um dia vais voltar"

(Então serei feliz muito feliz
Qual andorinha no prelúdio de um verão
E a saudade vai pra nunca mais voltar
A maltratar o meu pobre coração)

No abandono do meu peito hoje tapera
No desencanto de um coração tão vazio
Ainda brilha a luz teimosa dos teus olhos
Iluminando os meus dias tão sombrios


Algumas palavras contidas nesta letra estão em nosso dicionário de gauchês

RANCHO: Primeira habitação erguida no Continente de São Pedro, edificada com material que abundava no local (leiva, torrão, pedra ou pau-a-pique e barreado), coberto com quincha.

Compartilhe

(letra e música para ouvir) Mate lavado é o parceiro que me entende No silêncio das manhãs de branco véu Só o luar foi companhia a noite inteira Deixando um rastro de tristeza lá no céu
Tradicionalista de Os Serranos

Com uma trajetória de sucesso Os Serranos em seu CD Tradicionalista, lançado em 1995, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Os Serranos.

Parceiros