Letra da música
Bombacha Roubada
Os Filhos do Rio Grande

CD Balaio de Gato (1995)


Dei murro a semana inteira pra ganhar algum trocado
Recebi e fui na venda e comprei um pano de riscado
Mandei fazer uma bombacha no estilo tradicional
Depois de usar muitos anos
Não sei qual o fulano que me roubou no varal.

Hei tche nunca desanime não, procure que você acha;
A tua velha bombacha num fandango de galpão.

A minha velha bombacha que mandei fazer a capricho
Toda vez que eu vesti ela , sempre arrumei um cambicho
Me dava sorte no amor das prendas muito visado
Tudo isso acabou
Depois que alguém roubou a bombacha de riscado.

Nunca mais fui num fandango, rodeio ou carreirada
Chega o fim de semana não tenho gosto pra nada
Meu consolo é o violão e alguns trago de cachaça
Eu só terei alegria
Se somente algum dia resgatar minha bombacha.

Compartilhe

(letra e música para ouvir) Dei murro a semana inteira pra ganhar algum trocado Recebi e fui na venda e comprei um pano de riscado Mandei fazer uma bombacha no estilo tradicional Depois de usar muitos anos
Balaio de Gato de Os Filhos do Rio Grande

Com uma trajetória de sucesso Os Filhos do Rio Grande em seu CD Balaio de Gato, lançado em 1995, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Os Filhos do Rio Grande.

Parceiros