Letra da música
Pedido ao Presidente
Jayme Caetano Braun

CD Payada, Memória e Tempo - Vol 3 (2008)


Senhor, que hoje é presidente,
Que prometeu pra gente ser homem dedicado,
Aos descamisados e à criança inocente,
Nós estamos esperando do jovem competente.

Refrão:
Erga o braço, grita forte, prende, bota na cadeia,
Porque o Rio Grande se ergue contigo nesta peleia. (2x)

Senhor, consulta teu ministério,
Sabe que o assunto é sério, manda olhar pra pobreza,
Até a própria natureza está sendo abalada,
Não deixem dizer, senhor, que estás vendo e não faz nada.

Refrão

Senhor, quero em ouro, quero em prata,
Tem até gente que mata defensor da ecologia,
A fauna, que judiaria, é bandido quem maltrata,
Vamos dar forças aos bons, e aos maus baixar a chibata.

Refrão

Senhor, talvez preso seja eu,
Mas o senhor prometeu que ao povo deu esperança,
Matas, rios, são heranças, que o maior Senhor nos deu,
Então salvai para nós, manda que o poder é teu.

Refrão


Algumas palavras contidas nesta letra estão em nosso dicionário de gauchês

BOTA: Calçado com cano (curto, médio ou longo), feito de couro.

POVO: Vila, distrito.

Compartilhe

(letra e música para ouvir) Senhor, que hoje é presidente, Que prometeu pra gente ser homem dedicado, Aos descamisados e à criança inocente, Nós estamos esperando do jovem competente.
Payada, Memória e Tempo - Vol 3 de Jayme Caetano Braun

Com uma trajetória de sucesso Jayme Caetano Braun em seu CD Payada, Memória e Tempo - Vol 3, lançado em 2008, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Jayme Caetano Braun.

Parceiros