Letra da música
Nos Pelegos Não Vai Dá
Gaúcho da Fronteira

CD 30 Anos de Sucesso (2005)


Esta música está disponível para ouvir

Eu fico dando risada
Quando eu vejo a gurizada
Comentando por aí
Que quando arrumam um achego
Vão direto pros pelegos
Sem tenência de dormir
Que passam a madrugada
Junto com a prenda amada
No maior dos aconchegos

Isto é mentira pra mim
Sei que não é bem assim
Fazer amor nos pelegos (2x)

Quando eu era adolescente
Uma loirinha caliente
Quis me dar uma mãozinha
Me julgando inteligente
Eu arrastei a vivente
Pra um peleguito que eu tinha
Lá eu fiz de tudo um pouco
Me irritei e fiquei louco
Por isso não aconselho

Só de lembra me arrepia
Me acordei no outro dia
Sem as tampa do joelho (2x)

Nunca mais eu joguei bola
Perdi provas na escola
Fiquei quinze dias no hospital
Mas juntei a pelegama
E troquei por uma cama
Bem novinha de metal
Um mês depois a mesma uva
Numa tardinha de chuva
Resolveu me procurar

Falei não vem que não tem
Lá na cama muito bem
Mas nos pelegos não vai dar (2x)

Levar china pros pelegos
É coisa que não se faz
Pro corpo velho é muito bom
Mas pro joelho é ruim demais (2x)


Algumas palavras contidas nesta letra estão em nosso dicionário de gauchês

ACHEGO: Amparo, encosto, auxílio, proteção

TENÊNCIA: Atenção.

PRENDA: Jóia, relíquia, presente (dádiva) de valor; em sentido figurado, é a moça gaúcha porque ela é jóia do gaúcho.

VIVENTE: Indivíduo, criatura, pessoa.

CHINA: Mulher mameluca (primeira companheira do gaúcho).

Compartilhe

(letra e música para ouvir) Eu fico dando risada Quando eu vejo a gurizada Comentando por aí Que quando arrumam um achego
30 Anos de Sucesso de Gaúcho da Fronteira

Com uma trajetória de sucesso Gaúcho da Fronteira em seu CD 30 Anos de Sucesso, lançado em 2005, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Gaúcho da Fronteira.

Parceiros