Letra da música
Décima do Canto Verde
Jari Terres

CD No Coração do Meu Pago (0)


Meu povo, é um relato do campo que o concebeu
E, de direito, o deu o tempero geográfico
De contemplar o mormaço que o janeiro justifica
Ou a geada na quincha branqueando a cara do agosto
Meu povo é uma casta antiga gestando a alma do novo
Meu povo é uma casta antiga gestando a alma do novo

Os carreteiros profetas, fronteiriços, missioneiros
Domadores e tropeiros, os da estância e do galpão
Gente deste meu chão que vieram aos olhos da terra
Os que sangraram na guerra sem estancar a esperança
Martin fierros de uma herança vertendo em cada rincão
Martin fierros de uma herança vertendo em cada rincão

Estes irmãos de lonjuras das pupilas temperadas
Pelas distâncias compridas de horizontes e estradas
Quando escutam madrugadas pelas preces de seus ventos
Premeditando o sustento que o amanhã ser principia
Renascem a cada dia mesclado´ ao rumo do tempo
Renascem a cada dia mesclado´ ao rumo do tempo

Hoje, aureliano dos versos, caetanos e outros tantos
Ao cantarem os hermanos que habitam o céu dos verdes
Não olvidem a quem pertence à raça pura das almas
E carregam madrugadas na anca dos seus cavalos
Ou, tironeando o arado, engravidam as sementes
Ou, tironeando o arado, engravidam as sementes

Das quatro luas charruas que a natureza desperta
Uma a uma, se completa´, no ciclo das previsões
Quem entende suas visões, seus feitiços da existência
É quem habitas as querências timbrado de sol e ventos
Garantindo o sustento das futuras gerações
Garantindo o sustento das futuras gerações

Estes irmãos de lonjuras das pupilas temperadas
Pelas distâncias compridas de horizontes e estradas
Quando escutam madrugadas pelas preces de seus ventos
Premeditando o sustento que o amanhã ser principia
Renascem a cada dia mesclado´ ao rumo do tempo
Renascem a cada dia mesclado´ ao rumo do tempo


Algumas palavras contidas nesta letra estão em nosso dicionário de gauchês

MORMAÇO: Quentura de sol abrasador, geralmente após uma chuva de verão.

QUINCHA: Cobertura com santa-fé, macega ou folhas de palmeiras.

POVO: Vila, distrito.

ESTÂNCIA: Grande estabelecimento rural (latifúndio) com uma área de 4.356 hectares (50 quadras de sesmaria ou uma légua) até 13.068 hectares (150 quadras de sesmaria ou três léguas), dividida em Fazendas e estas em invernadas.

Compartilhe

(letra e música para ouvir) Meu povo, é um relato do campo que o concebeu e, de direito, o deu o tempero geográfico de contemplar o mormaço que o janeiro justifica ou a geada na quincha branqueando a cara do agosto
No Coração do Meu Pago de Jari Terres

Divulgando seu trabalho, Jari Terres no CD No Coração do Meu Pago, traz ao público que prestigia música gaúcha, que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul, grandes sucessos da música gaúcha. Veja a discografia de Jari Terres.

Parceiros