Letra da música
Eu Não Tenho Mágoa
Os Milongueiros

LP Baile dos Vampiros (1976)


Milongueiro e Osvaldo Flores

Eu não tenho mágoa por viver sofrendo
Pois meu sofrimento eu não culpo ninguém
Eu não tenho mágoa por que compreendo
Que alguns desenganos todo mundo tem.
Eu não tenho mágoa por ser esquecido
Pois amor fingido todo mundo também
Eu só tenho magoa por que quando canto
Vejo uma pessoa derramar seu pranto
Não posso dize-la o quanto a quero bem.

Eu não tenho mágoa por viver pensando
Não culpo o destino de enganador
Eu não tenho mágoa por viver rolando
Pois todo gauderio é um caminhador
Eu não tenho magoa por viver sozinho
Campeando carinho, campeando calor
Eu só tenho magoa por eu minha amada
Ouvindo meus versos padece calada
E seu sofrimento é minha própria dor.

Eu não tenho mágoa por ter vindo ao mundo
Sem um sobrenome de muito valor
Eu não tenho mágoa nem pesa profundo
E nem peça um dia de ser cantador
Eu não tenho magoa por que vivo triste
Jesus cristo existe e é meu salvador
Eu só tenho magoa por penar que agora
Eu sou obrigado a chamar de senhora
Aquela que outrora foi meu grande amor.

Compartilhe

(letra e música para ouvir) Milongueiro e Osvaldo Flores Eu não tenho mágoa por viver sofrendo Pois meu sofrimento eu não culpo ninguém
Baile dos Vampiros de Os Milongueiros

Com uma trajetória de sucesso Os Milongueiros em seu LP Baile dos Vampiros, lançado em 1976, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Os Milongueiros.

Parceiros