Letra da música
Alumiando o Sabujo
Os Milongueiros

LP 10 Anos de Sucessos (1981)


Em lugar que canta galo
É sinal que mora alguém
Eu vi um galo cantando
Resolvi cantar também
Mas o dom de cantador
Não é qualquer um que tem
Notei aqui no cavaco
Que na cantiga sou franco
Mas não imito ninguém
Bis
Tem gente que canta mal
E outros que cantam bem
Eu não canto quase nada
Mas não imito ninguém

O rodeio de cantiga
Foi promovido em Belém
Só de artistas famosos
Eu tive de ir também
Uns viajaram de avião
Outros viajaram de trem
Eu um pouco meio atrás
Fui apezito do mais
Prá não imitar ninguém
Bis

Quando voltamos de lá
Todos mundo veio bem
Uns com notas de quinhentos
Outros com nota de cem
Só eu de bolso vazio
Não recebi um vintém
Da festa fui o refugo
Vim alumiado o sabugo
Pra não imitar ninguém
Bis

Só ando devagarzinho
A paciência me convém
Mas conheço muita gente
Que só andam a mais de cem
Quem anda em velocidade
Vai ligeiro pro além
E eu que nunca corri
Vou ficando por aqui
Pra não imitar ninguém


Algumas palavras contidas nesta letra estão em nosso dicionário de gauchês

RODEIO: Reunião para cuido, que se faz do gado.

Compartilhe

(letra e música para ouvir) Em lugar que canta galo É sinal que mora alguém Eu vi um galo cantando Resolvi cantar também
10 Anos de Sucessos de Os Milongueiros

Com uma trajetória de sucesso Os Milongueiros em seu LP 10 Anos de Sucessos, lançado em 1981, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Os Milongueiros.

Parceiros