Letra da música
Meu Pedido
Os Milongueiros

LP Obrigado Patrão Velho (1983)


Se me fosse concedido
pelo ser onipotente
que eu escolhesse um presente,
algo de grande e querido,
o meu supremo pedido
seria voltar distância
à primeira ignorância,
mais doce do que uma flor
eu pediria ao senhor
que me devolvesse a infância!

eu não queria dinheiro,
nem fortuna - nem saúde,
mas aquela alminha rude
de piazito missioneiro
ao pé do fogão campeiro
do velho pago avoengo,
ouvindo o vento andarengo,
senhor do tempo e caminho,
contando - devagarzinho,
histórias do diabo rengo...

sentindo a fumaça crua
que faz chorar de brinquedo,
meio arrepiado de medo
dos duendes da pampa nua,
e o beijo da mãe charrua
mais doce que um caramelo,
naquele doce desvelo
que de ternura se esvai
e a mão amiga do pai
me esparramando o cabelo!

Compartilhe

(letra e música para ouvir) Se me fosse concedidopelo ser onipotenteque eu escolhesse um presente,algo de grande e querido,o meu supremo pedidoseria voltar distânciaà primeira ignorância,mais doce do que uma floreu pediria ao senhorque me devolvesse a infância!eu não queria dinheiro,nem fortuna - nem saúde,mas aquela alminha rudede piazito missioneiroao pé do fogão campeirodo velho pago avoengo,ouvindo o vento andarengo,senhor do tempo e caminho,contando - devagarzinho,histórias do diabo rengo...sentindo a fumaça cruaque faz chorar de brinquedo,meio arrepiado de medodos duendes da pampa nua,e o beijo da mãe charruamais doce que um caramelo,naquele doce desveloque de ternura se esvaie a mão amiga do paime esparramando o cabelo!
Obrigado Patrão Velho de Os Milongueiros

Com uma trajetória de sucesso Os Milongueiros em seu LP Obrigado Patrão Velho, lançado em 1983, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Os Milongueiros.

Parceiros