Letra da música
O Último Trem
Wilson Paim

CD Lira da Noite (1996)


Esta música está disponível para ouvir

Nos fogueiros da infância
Eu dormia pra estação
Hoje nas minhas andanças
Tenho um trem no coração
Existe lá na querência
Um trem com seu apitar
E os trilhos de uma consciência
Esperando esse trem passar,

(Refrão)
Mas o trem está parando
Não posso mais ser feliz
Sinto que estão secando
As veias do meu país
Uma estação já tapera
Além de mim, mais ninguém
A ânsia eterna da espera,
Depois do último trem
Por favor, leva um recado
Ao tio em Uruguaiana
Que meu pai está tropeando
Só vai na outra semana
Diz que a estrada secular
Vai adormecer sozinha
Quem manda este trem parar,
Não sabe o que é o fim da linha
Quem manda este trem parar,
Não sabe o que é o fim da linha

Até parece bobagem,
Mas é questão contundente
Quando na última viagem
Se vai um pouco da gente
Percebo a vida empacada
Em um suburbio da cidade
A carga é bem mais pesada
Pra quem transporta saudade,

(Repete o Refrão)

Quem manda este trem parar,
Não sabe o que é o fim da linha

Compartilhe

(letra e música para ouvir) Nos fogueiros da infância Eu dormia pra estação Hoje nas minhas andanças Tenho um trem no coração
Lira da Noite de Wilson Paim

Com uma trajetória de sucesso Wilson Paim em seu CD Lira da Noite, lançado em 1996, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Wilson Paim.

Rádio On-line

Parceiros