Letra da música
Bem na Moda da Fronteira
Garotos de Ouro

CD Irmãos e Amigos (cd duplo) (0)


Esta música está disponível para ouvir

Sou amasiado com uma gaita botoneira
China faceira que engravida melodias
Floreio acordes de saudades fandangueiras
Sou da fronteira e trago tropas de alegrias
Gosto que o baile pegue fogo desde cedo
Não tenho medo de acarcar desta maneira
Eu sou gaiteiro sei de manhas e segredos
Trago nos dedos a alma pampa da fronteira

Bamo moçada ao som deste xixo bruto
Não tô de luto pra bailar devagarinho
Bota que bota bem na moda da fronteira
Desta maneira até o sol mete o focinho

Quando abro a gaita a alegria salta pra fora
E nunca falta china linda retoçando
Vamos num trote fazendo levantar poeira
Dessa maneira eu amanheço acarcando
Nem mesmo o sol atrapalha a animação
Porque a emoção já pega cria no surungo
Largo calando e tironeando num arranque
Lá no palanque tá esperando o meu matungo


Algumas palavras contidas nesta letra estão em nosso dicionário de gauchês

PAMPA: Descampados cobertos de vegetação rasteira onde a vista se estende ao longe; compreende desde a Província da Pampa Austral, ao sul de Buenos Aires (Argentina) até os limites do RGS com o Estado de Stª Catarina (Brasil).

BOTA: Calçado com cano (curto, médio ou longo), feito de couro.

CHINA: Mulher mameluca (primeira companheira do gaúcho).

TROTE: Andadura moderada dos eguariços.

PALANQUE: Esteio grosso e forte, onde se amarram animais.

MATUNGO: Cavalo de pouca qualidade.

Compartilhe

(letra e música para ouvir) Sou amasiado com uma gaita botoneira china faceira que engravida melodias floreio acordes de saudades fandangueiras sou da fronteira e trago tropas de alegrias

Parceiros