Letra da música
Paraguaia Linda
Teixeirinha

LP Entre a Cruz e o Amor (1971)


Eu deixei o meu rio grande
meu lindo estado colosso
nÃo posso ficar parado
ainda sou muito moÇo
atravessei por goiÁs
e cheguei em mato grosso
e uma polka paraguaia
cantei pr’um rabo de saia
com meu lenÇo no pescoÇo
paraguaia linda
domeu jeito eu puxo
palavra bonita morena catita
eu sou bom gaÚcho

a paraguaia morena
cabelo pela cintura
acorrentou o meu peito
esta linda criatura
num baile em ponta-porÃ
de trazer ela eu fiz jura
primeiro eu vendo a boiada
de guaiaca recheada
eu venho a tua procura

paraguaia linda
perfumada flor
fiz uma promessa
de voltar depressa
e te buscar amor

vim depressa do rio grande
uma boiada apartei
fui vender lÁ em goiÁs
grande dinheiro eu peguei
os companheiros voltaram
prÁ matro grosso eu rumei
foi numa triste manhÃ
cheguei em ponta-porÃ
e ela nÃo encontrei

paraguia linda
eu cheguei agora
vi prÁ te buscar
e sem te encontrar
eu nÃo vou mais embora

quando eu soube da notÍcia
fiquei muito aborrecido
minha linda paraguaia
a dias tinha morrido
virei de volta o cavalo
vinha muito entristecido
hoje na minha fazenda
quando eu lembro aquela prenda
canto muito comovido

paraguaia linda
adeus meu amor
a morte levou
prÁ mim sÓ ficou
o amargo da dor.

Compartilhe

(letra e música para ouvir) Eu deixei o meu rio grande meu lindo estado colosso nÃo posso ficar parado ainda sou muito moÇo
Entre a Cruz e o Amor de Teixeirinha

Com uma trajetória de sucesso Teixeirinha em seu LP Entre a Cruz e o Amor, lançado em 1971, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Teixeirinha.

Parceiros