Letra da música
Alma Estradeira
Grupo Quero Quero

CD Pra Todas as Festas (2001)


Pelos aperos das encilhas longas
Dos trotes largos de meus campos fundos
Sinto as coxilhas de olhar profundo
Pedindo cascos ao clarim da aurora
Quando meu tempo chora um par de esporas
Pra esporear um pouco do meu mundo

Eu sou da estrada, sou da ventania
Eu sou magia de sonho estradeiro
Eu sou galpão, alma de candieiro
Pelos luzeiros de meus rumos mansos
Eu fui parido pra regar remansos
Na lida bruta que me fez campeiro

Por entre geadas calejei meu rastro
Por entre sóis requeimei o pêlo
Por entre as frestas de meus olhos negros
Vivi o brilho destas noites longas
Que se embretaram pra cantar milongas
No peito largo do meu sinuelo


Algumas palavras contidas nesta letra estão em nosso dicionário de gauchês

APEROS: Preparos necessários para a encilha.

Compartilhe

(letra e música para ouvir) pelos aperos das encilhas longas dos trotes largos de meus campos fundos sinto as coxilhas de olhar profundo pedindo cascos ao clarim da aurora
Pra Todas as Festas de Grupo Quero Quero

Com uma trajetória de sucesso Grupo Quero Quero em seu CD Pra Todas as Festas, lançado em 2001, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Grupo Quero Quero.

Parceiros