Letra da música
A Origem Dos Gaiteiros
Grupo Manotaço

CD 20 Anos, 20 Sucessos (2009)


(Gildinho/Rico Baschera)

Fiz este xote para todas as querências
Pois este tem a essência da pura cepa campeira
É nesta dança que eu defino meu estado
Lenço branco e colorado se esvoaçando na poeira
É nesta hora que se eleva a tradição
Vem dos fundos de galpão, tal picumã da chaleira
Xote mais grosso do que dedo destroncado
É desse jeito que agrado a moçada a noite inteira

Toco minha gaita, faço verso e também canto
E o meu Rio Grande levanto através desta cantiga
Não adianta a gaita fazer alvoroço
Tem que ser um xote bem grosso e que tenha a marca antiga
Nestes fandangos eu toco e canto o que faço
E as gaitas do Manotaço vão mandando esse recado
Aos presidentes e patrões de CTGs
Para ver a sala encher é só nos fazer o chamado

Eu não desprezo a minha classe de gaiteiros
Pois todos são meus parceiros por onde quer que eu ande
O que eu defendo é minha classe galponeira
Eu não gosto de sonzeira nas gaitas do meu Rio Grande
Neste meu xote simples, modesto e sem luxo
Eu represento o gaúcho por este Brasil inteiro
Luzes acesas, fumaceira e gritaria
Não traz nenhuma alegria para o nosso homem campeiro

Faço um apelo aos novos que vêm crescendo
De sua gaita fazendo instrumento de profissão
Levar a sério pra quando vier um chamado
Mostrar aos outros estados o que é nossa tradição
Sempre tocando a origem dos gaiteiros
Pois foram os pioneiros que nos cederam carona
Tirar da gaita os mais puros sentimentos
E mandar aos quatro ventos o som puro da cordeona

Compartilhe

(letra e música para ouvir) (Gildinho/Rico Baschera) Fiz este xote para todas as querências Pois este tem a essência da pura cepa campeira
20 Anos, 20 Sucessos de Grupo Manotaço

Com uma trajetória de sucesso Grupo Manotaço em seu CD 20 Anos, 20 Sucessos, lançado em 2009, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Grupo Manotaço.

Parceiros