Letra da música
Gauchinha Hospitaleira
Teixeirinha

LP Bate Bate Coração (1965)


Oh gauchinha tu me da licença
quero um minuto pra falar contigo
eu venho vindo de outra querência
não tenhas medo que sou um amigo
parece que vem um temporal de chuva
vim no teu rancho te pedir abrigo
prenda bonita sei que não se curva
quando ela vê um gaúcho em perigo

entra gaúcho e se sinta á vontade
neste ranchinho de beira de estrada
não vou negar a hospitalidade
com este tempo ruim que se aguarda
meu pai também está chegando agora
tenho certeza que lhe dá pousada
amanhã cedo a chuva vai embora
e o senhor segue a viagem marcada

fiquei de pouso naquele ranchinho
e levantei cedo no clarear do dia
fui encilhar meu pingo sozinho
e alguma coisa meu peito sentia
era a paixão pela gauchinha
que tão alegre me recebia
também chorava aquela riquezinha
naquela triste hora em que eu partia

hoje distante já faz mais de ano
que eu não consigo esquecer este amor
para o meu peito não ter desengano
eu vou buscar aquela linda flor
que tomou conta do meu coração
e fez de mim um triste sofredor
só ela pode matar a paixão
e arrancar do meu peito a dor

Compartilhe

(letra e música para ouvir) Oh gauchinha tu me da licença quero um minuto pra falar contigo eu venho vindo de outra querência não tenhas medo que sou um amigo
Bate Bate Coração de Teixeirinha

Com uma trajetória de sucesso Teixeirinha em seu LP Bate Bate Coração, lançado em 1965, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Teixeirinha.

Parceiros