Letra da música
Sexta-feira 13
Teixeirinha

LP Saudades de Passo Fundo (1963)


Agora vocês vão ver como é azarento esse dia 13 sexta feira de agosto

vou contar uma historia mais contrariado
eu sai de casa num dia azarado
perdi um bilhete que estava premiado
fui cruzar no barro fique atolado
primeiro a morena tinha me chutado
fui tomar o bonde tomei enganado
encontrei meu bem com outro do lado
fui beijar uma moça, mordi um soldado

Ê dia de azar

olhei pra uma moça sorri um barbado
chutei uma bola foi dedão quebrado
pois era uma pedra num couro furado
fiz um bom negocio mais sai logrado
entrei numa loja pedi pão torrado
briguei com um velhinho sai arranhado
e a calça do avesso, sapato trocado
encontrei com a policia e fui preso enganado

até isso me aconteceu nesse dia

pedi um filé comi gato assado
queixei uma velha caímos deitados
agarrei numa criança, me deixou molhado
meu carro parou três pneu furado
olhei na folhinha do dia marcado
então descobri que estava azarado
era sexta feira quem dia pesado
foi 13 de agosto do ano passado

Compartilhe

(letra e música para ouvir) Agora vocês vão ver como é azarento esse dia 13 sexta feira de agosto vou contar uma historia mais contrariado eu sai de casa num dia azarado
Saudades de Passo Fundo de Teixeirinha

Com uma trajetória de sucesso Teixeirinha em seu LP Saudades de Passo Fundo, lançado em 1963, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Teixeirinha.

Parceiros