Letra da música
Despedida
Os Monarcas

CD Rodeio da Vida (1995)


Adeus, adeus minha flor, meu cantar de bem-te-vi
Já estou d emalas prontas, vou indo embora daqui;
Vou buscar noutra querência
A melhor sobrevivência pra dar conforto pra ti.

Vou camperar nos horixontes o mundo que a gente sonha
Me machuca o coração ao te ver assim tristonha.
Nem se quer sai daqui
Já to sentindo por ti uma saudade medonha

Como é triste a despedida
O adeus de um grande amor
Quem fica, chora a partida
Quem parte reponta a dor.

Enxuga o rosto querida não mostra o pranto que solta
Reza por mim no ranchinho, no caminho deus me escolta;
Diz um ditado da vida
Que a maior dor da partida é a incerteza da volta

Não fica triste minha prenda to indo pra regressar
Não há distancia no mundo que possa nos separar;
O longe fica mais perto
Amanhã talvez por certo voltarei pra te buscar.


Algumas palavras contidas nesta letra estão em nosso dicionário de gauchês

PRENDA: Jóia, relíquia, presente (dádiva) de valor; em sentido figurado, é a moça gaúcha porque ela é jóia do gaúcho.

Compartilhe

(letra e música para ouvir) Adeus, adeus minha flor, meu cantar de bem-te-vi Já estou d emalas prontas, vou indo embora daqui; Vou buscar noutra querência A melhor sobrevivência pra dar conforto pra ti.
Rodeio da Vida de Os Monarcas

Com uma trajetória de sucesso Os Monarcas em seu CD Rodeio da Vida, lançado em 1995, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Os Monarcas.

Parceiros