Letra da música
Infinitas Lembranças
Os Monarcas

CD Rodeio da Vida (1995)


Me pego num reponte de saudade
Momentos que nunca mais voltarão
Relíquias verdadeiras de criança
Lembranças que me trazem emoção
Da pandroga eu me lembro empinada
Se atirando para os lados lá no ar
Qual um potro que se rebolca
Desses que se tira par amanssar.

Passa o tempo, passa a vida pela gente
Num repente vem um roque de saudade
O alfarrábio guardado dento de mim
Relata inteira aquela felicidade.

Latas de bolitas enterrava
Um tesouro que a criança dá valor
Carreta de roda de carretel
Da vassoura o meu cavalo corredor.
Das caçadas que fazia com bodoque
Arapucas nunca mais me esqueci
Caniço de linha de algodão
E a alegria do primeiro lambari.


Algumas palavras contidas nesta letra estão em nosso dicionário de gauchês

POTRO: Cavalo novo que ainda não levou lombilho.

Compartilhe

(letra e música para ouvir) Me pego num reponte de saudade Momentos que nunca mais voltarão Relíquias verdadeiras de criança Lembranças que me trazem emoção
Rodeio da Vida de Os Monarcas

Com uma trajetória de sucesso Os Monarcas em seu CD Rodeio da Vida, lançado em 1995, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Os Monarcas.

Parceiros