Letra da música
Baile de Loco
Os Monarcas

CD Do Rio Grande Antigo (1997)


Mas bah que baile na bailanta do tibúrcio
Bando de loco tocava na polvorosa
Abriu a noite por louco por chamamé
E o baita macho tirou a morena rosa

Se acolherou o cuiudo do alegrete
Com a China rita lá no baile das cabritas
O pala véio no petiço mitaí
Veio o tchê loco com a famosa merceditas

O ar ficou com o cheiro de galpão
O tal de Pedro se grudou com a mariana
Negro da gaita sapecou la comparsita
Pro orelhano dançar com a castelhana

E bamo lá, pra fincá o facão no toco
Que baile pra ser bagual tem que ser baile de loco

Deu um buchincho a moda Caetano braun
Foi tão gaúcha rasgação de pala e xita
Quando o guri se acarcou na oito baixo
Querendo cacho com a tal paraguaita

O aparício cinchou a sogra gaudéria
E a pobre véia deu um mau jeito na espinha
E o João cruzeira se emborrachava
De ciúme vendo o mocito dançar com a mariquinha

Cheio de grau o garoto brasileiro
Meio campeiro meio menino do rio
Cantarolava que nem vanerão sambado
Acasalado com a morena do Brasil


Algumas palavras contidas nesta letra estão em nosso dicionário de gauchês

BAITA: grande, crescido; (Se usa em outras partes do Brasil)

CHINA: Mulher mameluca (primeira companheira do gaúcho).

PALA: Poncho leve de seda (para o verão), de algodão (para meia-estação) e de lã tramada ou bixará (para o inverno).

ORELHANO: Uns dizem ser o animal sem sinal na(s) orelha(s); a origem deste vocábulo é discutida - outros dizem ser proveniente do Pe. Cristóbal de Mendoza ORELLANO que reculutava gado bagual e não identificado, na Vacaria dos Pinhais.

BAGUAL: excelente, bom, ótimo ou cavalo xucro

GURI: menino, garoto (Se usa em outras partes do Brasil)

CAMPEIRO: Vivente que monta bem e é hábil no serviço de campo.

Compartilhe

(letra e música para ouvir) Mas bah que baile na bailanta do tibúrcio Bando de loco tocava na polvorosa Abriu a noite por louco por chamamé E o baita macho tirou a morena rosa
Do Rio Grande Antigo de Os Monarcas

Com uma trajetória de sucesso Os Monarcas em seu CD Do Rio Grande Antigo, lançado em 1997, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Os Monarcas.

Parceiros