Letra da música
Contraponto
Grupo Querência

CD Campeiros e Urbanos (1998)


Este meu jeito de alçar a perna
De mirar ao longe o horizonte largo
É o contraponto de beber auroras
Quando cevo a alma pra sorver o amargo

Este silêncio que me traz distâncias
Que me agranda o canto entre campo e céu
É o contraponto de acender o fogo
Meço um metro e pouco da espora ao chapéu

Esta coragem de pelear de adaga
De ser um gigante pela liberdade
É o contraponto de ajuntar terneiros
De acenar aos velhos e ter humildade

Esta audácia de buscar o novo
Sem pisar no rastro ou reascender as brasas
É o contraponto de ter prenda e filhos
De ficar tordilho ao redor das "casa"


Algumas palavras contidas nesta letra estão em nosso dicionário de gauchês

PRENDA: Jóia, relíquia, presente (dádiva) de valor; em sentido figurado, é a moça gaúcha porque ela é jóia do gaúcho.

Compartilhe

(letra e música para ouvir) este meu jeito de alçar a perna de mirar ao longe o horizonte largo É o contraponto de beber auroras quando cevo a alma pra sorver o amargo
Campeiros e Urbanos de Grupo Querência

Com uma trajetória de sucesso Grupo Querência em seu CD Campeiros e Urbanos, lançado em 1998, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Grupo Querência.

Parceiros